WEB NOTÍCIAS
 
Social e político
Geografia
História
» Japão
SERVIÇOS
Fale com o Uchiná
Publicidade
  
JAPÃO
 MUDAR TAMANHO DA FONTE   -   + 

14/10/2012
Superstições Japonesas, de AZAR no Japão

www.japaoemfoco.com
http://www.japaoemfoco.com/supersticoes-japonesas/

www.japaoemfoco.com
Maneko
  

 


Como em qualquer país, o Japão tem suas superstições. E apesar de ser um país de primeiro mundo, essas crenças populares são levadas muito a sério, por estarem fortemente enraizadas na história, sociedade e cultura japonesa. Eu diria até que as superstições japonesas compartilham praticamente as mesmas fronteiras com as crenças religiosas e tradições milenares.

Uma boa dose de superstição está relacionada à língua japonesa. Números, objetos e palavras em que a fonética se assemelha a palavras como “morte” e “sofrimento” são considerados de má sorte. Outras superstições estão enraizados no Japão antigo e nas tradições baseadas em coisas sobrenaturais ou espíritos. Portanto, resolvi reunir aqui, algumas das superstições japonesas mais conhecidas.

Números considerados de AZAR no Japão

Nas culturas ocidentais, o número 13 é considerado azarado. No Japão, há alguns números que são considerados de má sorte. Por que isso? é devido a sua pronúncia relacionada com outras palavras desfavoráveis. O número 4 por exemplo, pode ser pronunciado como shi, que também significa “morte”.

Há algumas variações do número 4 que também são considerados “ruins”. 24 pode ser lida como Nishi, que se traduz como “morte em dobro”. 42 ou Shini, também significa morte. 43, ou Shisan soa semelhante à shizan, que significa “natimorto”. E 420, ou shinirei soa semelhante ao Shinrei, que significa “espírito morto”.


O número 9 é também considerado ruim, já que a pronúncia “ku” também pode significar dor e sofrimento (kurushimi). Devido às associações infelizes destes números com estas palavras, muitos edifícios de apartamentos, hospitais e hotéis ignoram estes números de azar, especialmente relacionados ao número 4 e 9.

Ou seja, andares ou quartos com estes números mencionados, simplesmente não existem na maioria dos prédios japoneses. Dar presentes de 4 itens para alguém, como conjuntos de 4 pratos de jantar, também é considerado mau agouro. O certo é dar um conjuntos de 3 ou 5 pratos, por exemplo.

Nem as idades escapam da má sorte. O Yakudoshi são as idades do azar: Para os homens, são as idades de 25 e 42, enquanto que as mulheres são 19 e 33. Existe até um Festival chamado Hadaka Matsuri, especialmente para os homens que estão na idade Yakudoshi.

Amuletos da sorte no Japão

Outras superstições japonesas:

Superstições com o hashi
Nunca passe comida de seu hashis para o prato de outra pessoa e nem fique batendo o hashi no prato. Após a cremação, em um funeral japonês, os parentes costumam utilizar hashis para passar os ossos do falecido uns para os outros.

Também não se pode furar a comida com o hashi, pois no Japão, os hashis são cravados na tigela de arroz somente em uma situação: para deixar o arroz no altar em oferenda aos mortos. Em uma casa japonesa isso é muito respeitado.

Superstições no funeral
Ao entrar em um funeral, jogue sal sobre o ombro, pois isto afasta a morte e os espíritos para longe de você.

Não durma com a cabeça para o norte
Durante o velório, a cabeça do falecido é colocado virado para norte, portanto evite dormir nessa posição, caso contrário, terá uma vida curta.

Ao ver um carro fúnebre, esconda o polegar
Se passar um carro fúnebre por perto, esconda o polegar, pois se não algo ruim pode acontecer aos pais.

Não escrever seu nome com tinta vermelha
Se fizer isso, você estará sugerindo que a sua vida será cortada em breve. A origem dessa superstição deriva das lápides, onde o nome do falecido é escrito com tinta vermelha.

Nunca corte suas unhas à noite
Parece que se você fizer isso, você não vai estar com seus pais em seu leito de morte, ou seja, você morrerá antes deles.

Sal e mendigos
Se um mendigo vier à sua porta, você deve salgar a entrada da sua porta, caso contrário, terá má sorte como infortúnios financeiros em seu lar.

Deitar após comer
Há uma superstição que diz que se fizer isso, a pessoa se transformará em uma vaca.

Bordas do tatame
Outra superstição diz que traz má sorte se você pisar nas repartições e nas bordas do tatame, onde é forrado com pano.

Matar uma aranha à noite dá azar
Você pode perder todo o dinheiro que possui. Como a população japonesas é muito ligada aos bens materiais, respeitam esta crendice.

Corvo e gato preto
Cruzar com esses animais pelo seu caminho é sinal de mal agouro

Não deixe sobrar arroz no prato
Quem faz isso, corre o sério risco de ficar cego, segundo essa superstição!

Não assobiar e nem tocar flauta de noite
Em algumas partes do Japão e em Okinawa, se acredita que se fizer isso, estará atraindo cobras ou fantasmas até você.

Não tire fotos dos túmulos 
Essa superstição diz que além de atrair má sorte, você estará perturbando o repouso dos mortos.

Soluçar 100 vezes seguidas
Se você soluçar de uma centena de vezes seguidas, você vai morrer.

Geta quebrado
Se o geta (calçado de madeira japonês) se partir no meio é sinal de má sorte.


Essas são apenas algumas das superstições japonesas, pois há milhares delas. Se você souber de mais alguma interessante, não deixe de mencionar nos comentários.

 COMUNICAR ERRO  ENVIAR POR EMAIL  IMPRIMIR 

Leia +
Tradições de Ano Novo no Japão
Tradições de Ano Novo no Japão - No dia 31 de dezembro, a contagem regressiva tão esperada pelos japoneses são as 107 badaladas do sino (a última badalada ocorre exatamente à meia noite, momento exato da virada do ano). Para o povo japonês, esse ritual celebra a chegada do Ano Novo, assumindo o papel que os fogos de artifício fazem em outros países.
Halloween no Japão
Como é comemorado o Halloween no Japão? Somente nos últimos anos que o Dia das Bruxas (Halloween)passou a ser mais difundido no Japão e se trata muito mais de uma data comercial do que uma comemoração propriamente dita, assim como o Natal. Como forma de alavancar vendas e impulsionar o comércio, o Halloween “ハロウィン“, passou a ser uma data lembrada no Japão e as lojas ficam repletas de artigos como abóboras e afins.
Umi no Hi – Dia do Mar
Umi no Hi – Dia do Mar – 3° Segunda-feira de Julho Umi no Hi (海の日) é feriado nacional no Japão, destinado ao Dia do Mar ou Dia do Oceano como também é chamado. É o dia de agradecer ao mar por todas as suas bênçãos (frutos do mar), desejar prosperidade ao Japão, além de reconhecer toda a sua importância no desenvolvimento econômico marítimo do país, que na verdade é formada por um conjunto de ilhas, cercadas por mar por todos os lados.
Tóquio, a cidade mais limpa e segura do mundo
Tóquio, a cidade mais limpa e segura do mundo. No ano passado o TripAdvisor, considerado um dos melhores sites de viagens do mundo, fez um levantamento com mais de 75 mil viajantes para descobrir quais as 40 cidades do planeta oferecem a melhor infraestrutura para turistas.
Haha no hi (母の日) – Dia das Mães no Japão
Haha no hi (母の日) – Dia das Mães no Japão - O segundo domingo de maio é comemorado o Dia das Mães em várias partes do mundo, inclusive no Japão, onde essa data é chamada de Haha no Hi ((ははのひ), que significa literalmente Dia das Mães em japonês. Originalmente foi comemorado no dia 6 de março, em homenagem ao aniversário da imperatriz Kojun (mãe do imperador Akihito). No entanto, muitos historiadores afirmam que o feriado foi introduzido por missionários cristãos em 1913.
[+ Listar todas as notícias]
 
CONTATO | ANUNCIE • 2010