WEB NOTÍCIAS
 
Cultura
Curiosidades
Dança
Dialeto(Uchinaguchi)
Esporte
» Música de Okinawa
Música Japonesa
SERVIÇOS
Fale com o Uchiná
Publicidade
  
MÚSICA DE OKINAWA
 MUDAR TAMANHO DA FONTE   -   + 

15/03/2013
Nada sousou - Lágrimas escorrendo

Alexandre Nagado
Matéria extraída do Blog Sushi POP (www.nagado.blogspot.com.br) e reproduzida aqui com a permissão do autor.

Nada sousou - Lágrimas escorrendo

A História de uma canção vitoriosa e os artistas por trás dela


Hitoshi, Eishô e Masaru, o BEGIN

No dialeto de Okinawa, a ensolarada região na parte sul do Japão, "Nada sousou" significa "Lágrimas escorrendo". é o título de uma canção sentimental bastante conhecida não apenas naTerra do Sol Nascente, mas em outros países também. Os bastidores de sua trajetória revelam uma história inspiradora que entrelaçou as carreiras de duas cantoras de diferentes gerações com uma banda pop bastante diferenciada no cenário musical do país.  


O BEGIN é um trio formado em Okinawa pelos amigos Eishô Higa (voz solo e sanshin), Masaru Shimabukuro (guitarra, violão e vocais) e Hitoshi Uechi(piano e vocais). Fazem um pop recheado de influências de música tradicional de Okinawa, bem como homenagens ao arquipélago. Uma de suas marcas é o uso do sanshin, instrumento tradicional okinawano com três cordas que é ancestral do shamisen. 

Com o BEGIN, o sanshin se harmoniza com piano e guitarra de modo único. Bons músicos e compositores, se tornaram famosos em Okinawa, mas não muito conhecidos no resto do Japão. Parecia que isso nunca iria mudar. 

Ryoko Moriyama
Em 1998, o trio assinou uma parceria com uma cantora e compositora veterana chamada Ryoko Moriyama, que fez grande sucesso nas décadas de 1960 e 70 cantando jazz e músicafolk

Nascida em Tokyo em 1948, ela sempre teve muita ligação com Okinawa e não imaginava o resultado da parceria com aqueles três jovens fãs de seu trabalho. Ela recebeu deles uma fita demo instrumental com o título "Nada sousou" e ficou de criar uma letra. O resultado, que adornou perfeitamente com a melodia, foi um poema sobre saudade e a tristeza de não poder se encontrar com alguém que se ama. A música teria sido feita em homenagem a seu irmão que havia falecido, uma pessoa que sempre lhe encorajava na vida e na carreira. 


Coragem era algo que sobrava em uma pequena garota okinawana chamadaRimi Kaneku, que estava decidida a ser cantora. Após vencer vários concursos desde criança, saiu de Okinawa, sua terra natal, e estreou em Tokyo como cantora enka (canção tradicional japonesa) em 1989 aos 16 anos, com o nome artístico de Misato Hoshi. Foram 3 anos de atividade com a gravadora Pony Canyon, mas sua carreira não decolou. Suas canções sequer apareciam no ranking Top 100 da Oricon. Frustrada, voltou para Okinawa e foi trabalhar como ajudante no restaurante da irmã mais velha. 


Rimi Natsukawa
Em 1998, apareceu como assistente em um programa de rádio local. No ano seguinte, a gravadora Victor Entertainmentresolveu apostar no talento da moça e ela novamente foi para Tokyo tentar a sorte. 

Assinando comoRimi Natsukawa e caminhando mais para a música pop, a nova empreitada também não estava dando certo, pois seu trabalho não estava vendendo bem. 

Apesar de ser considerada um grande talento vocal, ela não era compositora e a escolha de repertório não estava ajudando. Parecia que novamente - e desta vez definitivamente - o sonho de viver de arte estava fracassando. Enquanto isso, em Okinawa, a canção Nada sousou era lançada sem alarde. 


A música entrou no álbum Time is lonely, de Ryoko Moriyama, não tendo sido sequer lançada como single. O álbum não fez muito sucesso. Já com certa idade, a cantora estava longe de seus momentos de glória, apesar de manter um público fiel. Na mesma época, o BEGIN incluiu a música também em seu repertório, lançando um single que não repercutiu muito em 2000. Naquela época, o futuro parecia incerto para Rimi Natsukawa. 


A nova tentativa de Rimi não estava vingando e ela estava quase se resignando a deixar o sonho de viver de música para trás. Ela ouviu Nada sousou em uma apresentação do BEGIN em 2000 e ficou encantada com a música. Decidida, ela convenceu sua gravadora a conseguir os direitos para que ela regravasse a canção. 

single foi lançado em 2001, começou a vender bem e foi subindo na parada de sucessos. Sem ser um sucesso imediato e passageiro (como acontece tanto no Japão), mas consistente e duradouro, chegou a mais de 600 milcópias vendidas em 2002 e atingiu a 18a posição na parada de sucessos. Isso não parece muito, mas a canção ficou 80 semanas entre as mais tocadas, um feito impressionante. Lançada ao estrelato, ao invés de caminhar mais ainda rumo ao pop, fez questão de levar suas raízes okinawanas, fazendo releituras de músicas tradicionais. O ponto alto de seus shows, obviamente, era Nada sousou, em uma versão tocada com sanshin. 

 
- A arrepiante versão ao vivo, com Rimi tocando sanshin. (c/ tradução)


A obra-prima ganhou numerosas regravações, tornou-se uma canção cult e engordou substancialmente a conta bancária de seus compositores e de sua maior intérprete. Depois, a letra inspirou um drama para cinema homônimo em 2006 que fez carreira internacional. A música, é claro, entrou na trilha, bem como a sentimental Sanshin no hana, do BEGIN, que depois do reconhecimento com Nada sousou se tornou conhecido e respeitado em todo o Japão como eles nunca haviam sonhado. Em 2008, assinaram músicas para a série de animação Stitch!, baseada no grande sucesso Lilo e Stitch, daDisney. Em 2011, vieram ao Brasil se apresentar em São Paulo (SP) e depois foram conhecer Campo Grande (MS). 



Rimi Natsukawa finalmente se tornara uma estrela aclamada pelo público. Depois do sucesso, gravou com KiroroKazufumi Miyazawa (ex-The Boom) e regravou uma canção de ASKA, todos nomes respeitados no cenário musical japonês. Com seu prestígio indo além do país,  gravou até um dueto com o grande Andrea Boccelli, canção "Somos novios"Nada sousou foi regravada diversas vezes (não só no Japão), tendo até uma célebre versão em inglês pela renomada cantora neozelandesa Hayley Westenra

 

- A versão em inglês, com Hayley Westenra, no evento World Games 2009, em Taiwan.


Para Ryoko Moriyama, uma estrela que já podia ser considerada em final de carreira, representou um novo grande momento perante a mídia. Ela até relançou sua versão original da música como um single separado e sentiu sua carreira ser renovada. Para o Begin, significou uma ampliação de seu reconhecimento para além de Okinawa. E para Rimi Natsukawa e aqueles que nela acreditaram, foi a recompensa por tanto esforço e paciência rumo a um sonho. 



Nada sousou foi uma canção que tocou o coração de muitas pessoas e fez justiça a cinco grandes artistas. é uma das canções pop mais bonitas já feitas no Japão, mas a história envolvendo ela é ainda mais interessante.


 
- Uma reunião histórica, com Ryoko, Rimi e BEGIN (2004)

 COMUNICAR ERRO  ENVIAR POR EMAIL  IMPRIMIR 

Leia +
Ashi Miji Bushi - Canção do Suor Escorrido
Ashi Miji Bushi - Canção do Suor Escorrido - tradução de Paulo Yamashiro
Sanshin
Sanshin - O sanshin é um tipo de violão, um instrumento musical que é dito ter evoluído do instrumento chinês, Sangen.
Hana - letra original com tradução - interpretes Orange, Orange
Hana - letra original com tradução - interpretes Orange, Orange
Tradução livre de musicas de minyo e danças de Okinawa
Tradução livre de musicas de minyo e danças de Okinawa
Sanshin de Okinawa:comprei um!
Sanshin de Okinawa:comprei um! Hoje vou falar sobre um instrumento que diz muito sobre o Nihon,é o sanshin...ou shamisen.O sanshin sempre foi um sonho de consumo para mim e recentemente em uma viajem a Taubaté/SP,comprei o meu vindo de Okinawa com o Sr. Kaito que trabalha na fabricação de taikos(os melhores do Brasil na minha opinião).
[+ Listar todas as notícias]
 
CONTATO | ANUNCIE • 2010